CBN - A rádio que toca notícia

INVESTIGAÇÃO

Relatório do TCU mostra que 620 mil pessoas receberam auxílio emergencial sem ter direito

Documento obtido com exclusividade pelo programa Fantástico mostra que entre os beneficiários estão empresários, parentes de políticos e até pessoas que já morreram

29/06/20, 05:53

U
m levantamento obtido com exclusividade pelo programa Fantástico, da TV Globo, mostra que 620 mil pessoas, inclusive mortos, receberam o auxílio emergencial do governo federal sem ter direito.

Segundo o primeiro relatório de acompanhamento de dados, relacionados às ações de combate à Covid-19, feito pelo Tribunal de Contas da União, caso esses pagamentos indevidos não sejam interrompidos, podem gerar um prejuízo de mais R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

O benefício é destinado apenas para quem está enfrentando dificuldades financeiras durante a pandemia, mas o relatório mostra que até milionários receberam.

No documento, de 32 páginas, que ainda será apresentado aos demais ministros do órgão, os fiscais do TCU detalharam todas as irregularidades descobertas no primeiro mês de pagamento do benefício, em abril.

De acordo com o relatório, foram pagos R$ 35,8 bilhões para 50.228.253 milhões de beneficiários.

"Nessas irregularidades, tem pessoas que receberam sem ter solicitado, então a irregularidade certamente será resolvida com o chamamento para devolução, e tem aquelas irregularidades que constituem fraudes", explica a procuradora da República, Zélia Luiza Pierdona.

Ana Paula Brocco, de Espumoso, no Norte do Rio Grande do Sul, está na lista de beneficiados com o auxílio emergencial. Num site de casamentos, ela organiza a festa numa praia no Caribe e a lua de mel num resort de luxo. A cerimônia está marcada para dezembro deste ano.

Ela foi procurada pela reportagem, mas não quis se manifestar.

Na noite de sexta-feira (26), o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul derrubou uma liminar que Ana Paula tinha conseguido na Justiça de Espumoso, que proibia a citação de seu nome na reportagem.

Na lista de beneficiários do governo federal também está Rosângela de Freire Melo, também de Espumoso. Ela mora numa casa confortável, dirige um carro de luxo e nas redes sociais mostra que tem visitado vários destinos internacionais, frequentando hotéis com diárias que podem passar de R$ 1,2 mil - valor que ela recebeu do auxílio emergencial.

Em um áudio, que vazou de um aplicativo de mensagens, Rosângela debocha do benefício.

"Acho que eu vou trocar de moto, vou comprar um carro novo pra mim", diz ela.

Rosângela também comenta que a filha, Lorraine, que mora na cobertura de um prédio da cidade, e já fez protestos contra a corrupção, também foi beneficiada.

"A Lorraine ganhou já e já gastou. O dela que era R$ 600. (...) eu quero dar tanta risada", fala.

Procurada pelo equipe do Fantástico, Rosângela não quis se manifestar.

O dono de uma vinícola, em Nova Roma do Sul, na Serra, também é um dos beneficiários do auxílio. O empresário Divanildo Kloss disse que se inscreveu de brincadeira.

"Eu não quis receber. Eu devolvi. Só fiz pra brincar. Era só pra saber se ia passar ou não, entendeu? Jamais ia querer nada. (...) Mas eu não saquei. Vou devolver", explica.

De acordo com o relatório, 235.572 empresários, que não são microempreendedores individuais, receberam o benefício irregularmente. Também foram pagos 15.850 auxílios para pessoas com renda acima do limite estabelecido pelo programa.

"O governo, exaustivamente, publicou na imprensa quais eram as pessoas que poderiam ter acesso a esse benefício. Ou seja, ter renda individual até R$ 522,50 ou renda mensal familiar ate R$ 3.135. Então, quem teve acesso a essa informação, de que haveria disponível um beneficio, e evidentemente que ele procurou e ouviu que tenha esses requisitos. E ele, mesmo assim, procurou o cadastro. Aí ela já rompeu o limite da moralidade. Ele começou a praticar algo de irregular. Já descambando para o ilícito", diz o advogado José Luís Blaszak.

Parentes de políticos também estão na lista de beneficiados. Em Santa Maria do Herval, a esposa de um vereador recebeu R$ 600. Neiva Lechner mora numa casa com piscina e a família é dona de uma financeira.

Ela não quis falar com a equipe do Fantástico, mas em pronunciamento na Câmara de Vereadores, o marido e vereador Diego Lechner tentou defender a mulher.

"Pelo que eu sei, a lei diz que esse dinheiro está disponível para quem tem direito. E não pra quem precisa", disse Diego Lechner.

"Se eu requeri esse benefício e prestei informações falsas, tem crimes", diz a procuradora da República.

De acordo com o TCU, 17.084 mortos sacaram o dinheiro. É o caso do José Carlos Líbano, morto por engano numa chacina há 4 anos, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A viúva diz que não sabe como a fraude foi cometida.

"A senhora não tem nem ideia de quem possa estar sacando esse dinheiro?", pergunta o repórter. "Não, porque só quem tinha acesso mesmo seria eu", disse a desempregada Leci França.

Para preencher o cadastro do auxílio emergencial, basta fornecer dados pessoais como profissão, renda mensal e a conta para receber o dinheiro.

Foi desta forma que Márcia Oliveira de Aguiar, a esposa de Fabrício Queiroz e foragida da Justiça, conseguiu sacar R$ 600. Márcia é suspeita, junto com o marido, de participar de um suposto esquema de rachadinha no gabinete do senador Flávio Bolsonaro.

O Fantástico mostrou há um mês, traficantes, assassinos, ladrões de bancos e foragidos da Justiça que estavam na lista de beneficiários do auxilio emergencial.

No novo relatório do TCU, há fortes indícios de que 7.046 beneficiários estejam presos e, portanto, não teriam direito ao benefício.

De acordo com o Ministério da Cidadania, 47,7 mil pessoas que receberam o benefício, mas não se enquadravam nos critérios da lei, devolveram o dinheiro. Com isso, voltaram aos cofres públicos R$ 39,6 milhões. O Ministério também já suspendeu o pagamento de 600 mil benefícios entre a primeira e a segunda parcela, por irregularidades. 

Fonte: JL/G1/RS
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
04/07/20, 18:26 | PANDEMIA - Órgãos estaduais do Piauí retornarão ao trabalho por etapas, dizem secretários
04/07/20, 17:46 | POLÍTICA - Maia: “Deltan deixou claro que a Lava Jato é um movimento político”
04/07/20, 17:43 | SAÚDE - “Novas pandemias virão”, alerta pesquisador da SBMT
04/07/20, 17:36 | PANDEMIA - Anvisa autoriza início de testes da vacina no DF e em 5 estados
04/07/20, 15:56 | ARTIGO - Prática e atitudes de Sergio Moro como juiz não enobrecem o direito
04/07/20, 15:14 | ESPORTE - Justiça determina e Globo vai transmitir semifinal do Campeonato Carioca
04/07/20, 15:11 | POLÍTICA - Dallagnol diz agora que acha que Bolsonaro usou Lava Jato como “estratégia de campanha política”
04/07/20, 14:38 | ARTIGO - Valores Humanos e Valores Morais
04/07/20, 13:37 | INTERNACIONAL - Prêmio Nobel da Paz, ex-presidente da Colômbia diz que política de Bolsonaro para a pandemia é “uma loucura”
04/07/20, 13:33 | REAÇÃO - Netos de Luiz Gonzaga emitem “nota de nojo” contra Bolsonaro
04/07/20, 13:28 | PANDEMIA - Atividades econômicas têm funcionamento restrito no final de semana em Teresina
03/07/20, 16:17 | INVESTIGAÇÃO - Em novo depoimento, Queiroz diz que esperava ser assessor de Flávio Bolsonaro no Senado
03/07/20, 16:09 | INVESTIGAÇÃO - Ministério bloqueia auxílio emergencial da esposa foragida de Queiroz
03/07/20, 15:38 | CORONAVÍRUS - Pandemia vai afetar todas as áreas da educação no país, diz Inep
03/07/20, 15:31 | ARTIGO - Argentina não tem medo de enquadrar seus generais
03/07/20, 15:19 | PANDEMIA - Suíça restringe visitantes do Brasil e de mais 28 países
03/07/20, 15:17 | INVESTIGAÇÃO - MP diz que esquema de propinas de Serra e filha era “sofisticado”
03/07/20, 15:09 | INVESTIGAÇÃO - Tucanos acham que denúncias contra Serra atingirão PSDB
03/07/20, 14:18 | INVESTIGAÇÃO - Queiroz tinha passos monitorados, diz amigo de ex-assessor de Flávio Bolsonaro
03/07/20, 14:13 | INVESTIGAÇÃO - Em reunião com delator da Odebrecht, José Serra chorou e pediu para ser poupado
03/07/20, 14:10 | PANDEMIA - Decreto regulamenta primeira fase da retomada da economia em Teresina
03/07/20, 11:16 | POLÍTICA - Senador do PSDB entra na lista dos políticos mais corruptos da história do Brasil
03/07/20, 11:12 | INVESTIGAÇÃO - Através de fraudes, Queiroz e sua mulher receberam R$ 376 mil em benefícios da Alerj
03/07/20, 10:19 | CORRUPÇÃO - Justiça bloqueia R$ 40 milhões em conta usada por Verônica, filha de José Serra, para receber propinas
03/07/20, 10:10 | CRIME - Investigação da “rachadinha” se volta a ex-mulher de Bolsonaro
03/07/20, 10:01 | POLÍTICA - Bolsonaro escolhe Renato Feder como novo ministro da Educação
03/07/20, 09:57 | INVESTIGAÇÃO - TCU quer lista de compras da Lava Jato de aparelhos de interceptação
03/07/20, 09:55 | INVESTIGAÇÃO - Serra recebeu mais de R$ 23 milhões da Odebrecht para liberar créditos junto à Dersa em 2009
03/07/20, 07:54 | INVESTIGAÇÃO - Após Queiroz depor, procurador diz estar convencido de que operação vazou
03/07/20, 07:46 | OPINIÃO PÚBLICA - PESQUISA DATAFOLHA: Só 15% dão apoio irrestrito a Bolsonaro
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site