CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Alexandre de Moraes poupa de criticas as fake news da Globo e da Folha

Entretanto, esses meninos da extrema-direta cujas ações são reprováveis tanto do ponto de vista dos códigos Penal quanto do Civil não podem servir à criminalização do acesso á informação, à pluralidade de conteúdos e de ataque à própria liberdade de expressão.

12/09/20, 14:27

O
s barões da velha mídia estão em festa com a declaração do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a suposta milícia digital usada para “lavar dinheiro” e “financiar campanhas eleitorais”.

Moraes é relator do inquérito das fake news no STF. Ele participou nesta sexta-feira (11) do 15º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

“Não tem nenhuma dúvida, e obviamente a Polícia Federal vem fazendo esse cruzamento, de que as redes essas milícias digitais que estão sendo usadas para uma grande lavagem de dinheiro”, disse o ministro à GloboNews.

O pior cego é aquele que não vê que as fake news são produzidas ‘profissionalmente’ e disseminadas ‘criminosamente’ pela velha mídia corporativa, que, hoje, funciona como braço do sistema financeiro.

Sim, os jornalões deixaram de fazer jornalismo e a única coisa que investigam são os rendimentos no mercado especulativo e nas taxas de administração de suas maquininhas de pagamento online.

A Folha, por exemplo, tem o PagSeguro; a Globo lançou no começo deste ano a Ton –a maquinha do autônomo, segundo a propaganda do grupo dos Marinho.

Entretanto, esses meninos da extrema-direta cujas ações são reprováveis tanto do ponto de vista dos códigos Penal quanto do Civil não podem servir à criminalização do acesso á informação, à pluralidade de conteúdos e de ataque à própria liberdade de expressão.

“O que ocorre é que a partir dessa lavagem de dinheiro, e como ocorreu já em outros locais do mundo, você acaba limpando o dinheiro, e esse dinheiro pode eventualmente retornar via doações, inclusive via doações eleitorais. É muito mais grave do que as pessoas achavam e continuam achando”, acusou Alexandre de Moraes.

Para o relator do inquérito das fake news no Supremo, “essa lavagem de dinheiro acaba também permitindo que se faça um exército midiático que pode influenciar muito negativamente em relação ao próprio equilíbrio democrático” e afirmou que “há muito dinheiro envolvido, pessoas ganhando dinheiro com isso. A surpresa maior foi verificar o nível alto de profissionalismo, é um grande risco, à honra das pessoas, às instituições e um grande risco às eleições.”

Alexandre de Moraes arrematou dizendo que as empresas de mídia não são utilizadas para esse fim porque têm sua parcela de responsabilidade sobre o conteúdo divulgado, diferentemente das redes sociais. “Elas deveriam ser classificadas da mesma forma que as empresas de mídia. Quando elas querem interferir em conteúdo, daí tiram em milhares de postagens, daí fica subjetivo”, diferenciou o ministro.

Porém, caro ministro, a velha mídia corporativa é useira e vezeira no uso de fake news contra adversários políticos e ideológicos. Basta olhar a TV Globo, a revista Veja, os jornais Folha de S. Paulo e Estadão, para ficar só nos maiores maus exemplos.

As fake news são produzidas ‘profissionalmente’ e disseminadas ‘criminosamente’ pela mídia corporativa, que, atualmente, os maiores veículos têm como atividade principal o mercado financeiro ou são financiados por obscuros fundos de investimentos.

Pela lógica da Folha e da Globo, quanto mais trabalhadores autônomos, precarizados, desempregados, informalizados, pejotizados melhor para eles [barões da mídia]. É aí que entram as maquininhas de pagamento eletrônico. A questão é perversa, desumana.

Portanto, Sara Winter, Allan dos Santos, Olavo de Carvalho, dentre outros aloprados, são apenas idiotas úteis para que a velha mídia concentre também a verba publicitária da plataforma digital. Os jornalões gostam de bufunfa, não estão nem aí com democracia. É a história quem diz isso aí.

Fonte: JL/Esmael Morais
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
20/09/20, 15:05 | ESPORTE - Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios
20/09/20, 14:56 | POLÍTICA - Em diligência no Pantanal, senadores dizem que cenário é devastador
20/09/20, 14:51 | CELEBRIDADE - Juliana Caetano, do Bonde do Forró, mostra look ousado para ficar em casa em dia de calor
20/09/20, 12:09 | PANDEMIA - “Não nos livraremos das máscaras tão cedo”, afirma virologista alemão
20/09/20, 12:07 | POLÍTICA - Fantástico, da Globo, diz ter “bomba” sobre queimadas no Pantanal
20/09/20, 11:56 | INTERNACIONAL - Cuba comemora 15 anos de brigada médica que concorre ao Nobel da Paz
20/09/20, 07:42 | POLÍTICA - Lula: “Adoraria ser julgado pelo povo brasileiro outra vez”
20/09/20, 07:16 | POLÍTICA - Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste caminha a passos lentos na Câmara
20/09/20, 07:12 | SOCIAL - Governo sanciona lei que regula pagamento de auxílio a trabalhadores
20/09/20, 07:10 | POLÍTICA - 72 deputados e senadores vão disputar prefeituras em 2020
19/09/20, 19:14 | ESPORTE - Flamengo x Athletico, no Maracanã, vai marcar a volta do público aos estádios
19/09/20, 19:12 | TSE - Barroso defende trabalho da imprensa no combate à desinformação
19/09/20, 19:09 | ELEIÇÕES 2020 - Justiça Eleitoral já registrou mais de 55 mil pedidos de candidaturas
19/09/20, 18:49 | POLÍTICA - Não é ‘Bolsonaro diz’, é ‘Bolsonaro mente’, afirma Luis Felipe Miguel em crítica ao jornalismo
19/09/20, 18:36 | POLÍTICA - Mulheres são mais da metade do eleitorado mas só 23% de candidatos nas capitais
19/09/20, 18:30 | POLÍTICA - Médicos bolsonaristas atacam revista científica The Lancet por crítica a Bolsonaro na pandemia
19/09/20, 14:16 | SAÚDE PÚBLICA - Trinta anos: SUS resiste a desafios estruturais, desmonte do governo e pandemia
19/09/20, 14:08 | PANDEMIA - Coronavírus no mundo: 30 milhões de infectados; e 4,5 milhões estão no Brasil
19/09/20, 14:03 | POLÍTICA - PGR investigará se há crime de responsabilidade de Pazuello por produção de cloroquina
18/09/20, 18:44 | INVESTIGAÇÃO - PF investiga financiamento do governo a sites com conteúdos ‘antidemocráticos’
18/09/20, 18:29 | ESPORTE - Tite anuncia convocados para início das Eliminatórias da Copa de 2022
18/09/20, 16:18 | POLÍTICA - Vaza a pergunta que Moro faria para Bolsonaro no depoimento à PF
18/09/20, 15:27 | POLÍTICA - Brasília já tem outdoor com frase do discurso histórico de Lula: “Vamos juntos reconstruir o Brasil”
18/09/20, 15:20 | ECONOMIA - Desemprego dispara e atinge 13,7 milhões de brasileiros, diz IBGE
18/09/20, 15:16 | EDUCAÇÃO - “Professores trabalham mais e ainda enfrentam descaso do governo”, diz coordenadora da Contee
18/09/20, 15:10 | SUSTO - Por causa de fumaça de incêndios, avião com Bolsonaro arremete em MT
17/09/20, 22:02 | DESORIENTADO - Bolsonaro diz que pediu para MEC orientar estados a retornarem às aulas
17/09/20, 21:59 | PANDEMIA - Mundo ultrapassa 30 milhões de casos da Covid-19
17/09/20, 21:54 | POLÍTICA - Lula é o único que empataria com Bolsonaro no segundo turno em 2022, diz pesquisa
17/09/20, 21:46 | POLÍTICA - Bolsonaro ataca professores e diz que eles não querem trabalhar
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site