CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Sob pressão, PGR instaura apuração contra Bolsonaro

A reportagem em questão foi publicada em 4 de julho no site da Folha, e falava que a análise de documentos no período de 28 anos mostrou “incomum rotatividade salarial” dos assessores do gabinete, “atingindo cerca de um terço das mais de cem pessoas que passaram” pelo local no período

15/09/20, 11:53

O
procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, instaurou notícia de fato para apurar de forma preliminar a movimentação salarial de assessores no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, entre 1991 e 2018. Por ser presidente da República, Aras pontuou que não pode haver instauração de processo-crime, ainda que seja identificada alguma irregularidade.

A informação consta em parecer, assinado por ele no último dia 11, relativo a uma petição enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo advogado Ricardo Schmidt. Nela, o advogado pede que a PGR se manifeste sobre instauração de investigação criminal após reportagem do jornal Folha de S. Paulo mostrar movimentação salarial atípica de assessores no gabinete do então deputado federal e hoje presidente da República.

A reportagem em questão foi publicada em 4 de julho no site da Folha, e falava que a análise de documentos no período de 28 anos mostrou “incomum rotatividade salarial” dos assessores do gabinete, “atingindo cerca de um terço das mais de cem pessoas que passaram” pelo local no período. Segundo a publicação, “o modelo de gestão incluiu ainda exonerações de auxiliares que eram recontratados no mesmo dia, prática que acabou proibida pela Câmara dos Deputados sob o argumento de ser lesiva aos cofres públicos”.

“Ao tomar conhecimento dos fatos descritos na presente petição, foi instaurada notícia de fato no âmbito desta Procuradoria-Geral da República, voltada para a sua averiguação preliminar”, informou Aras em manifestação. No documento, ele ressalta que se surgirem “indícios suficientes de uma possível prática ilícita pelo representado, serão adotadas as medidas cabíveis junto a essa Corte suprema”.

Entretanto, conforme frisado, os possíveis fatos supostamente criminosos teriam ocorrido antes de Bolsonaro se eleger presidente da República, não guardando relação com o exercício do mandato presidencial. Por isso, no momento “está proibida a instauração de processo-crime em face do presidente da República”. Segundo o artigo 86 da Constituição Federal, o presidente, “na vigência de seu mandato, não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções”.

O Correio entrou em contato com o Palácio do Planalto na tarde desta segunda-feira (14/9), que informou que não comentará o caso. A assessoria de imprensa do Planalto pediu para que a reportagem entrasse em contato com a Advogacia-Geral da União (AGU), o que foi feito. Espaço segue aberto para manifestação.


Fonte: JL
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
26/09/20, 08:34 | POLÍTICA - Indicado por Bolsonaro ao STF pode herdar inquérito sobre interferência na PF
26/09/20, 08:29 | POLÍTICA - Em 2010, Flávio Bolsonaro doou R$ 733 mil em dinheiro vivo para a mãe
26/09/20, 08:24 | ESPORTE - STJD confirma Palmeiras x Flamengo; jogo vai acontecer neste domingo (27)
23/09/20, 16:10 | CORONAVAC - Dados mostram segurança da vacina contra Covid-19 testada no DF
23/09/20, 16:06 | POLÍTICA - Família Bolsonaro doou dinheiro vivo entre si para campanhas eleitorais
23/09/20, 15:53 | INVESTIGAÇÃO - Carlos Bolsonaro adquiriu imóvel por R$ 150 mil em dinheiro vivo aos 20 anos
23/09/20, 14:58 | TRAGÉDIA - Mortes por síndrome respiratória cresceram 3.644% com a pandemia de covid-19
23/09/20, 14:53 | PANDEMIA - Covid-19: Ministério da Saúde endossa retorno de torcidas aos estádios
23/09/20, 14:45 | AUXÍLIO - Agricultores pressionam Congresso por derrubada de vetos de Bolsonaro
23/09/20, 14:04 | ECONOMIA & POLÍTICA - IBGE: 2,9 milhões perderam emprego entre maio e agosto
23/09/20, 11:39 | POLÍTICA - Bolsonaro mentiu na ONU sobre aumento de investimento estrangeiro
23/09/20, 11:35 | POLÍTICA - Maioria das queimadas na Amazônia foram em fazendas
23/09/20, 11:31 | ECONOMIA - Pandemia reduz em um décimo renda mundial obtida com trabalho, diz OIT
23/09/20, 10:19 | PANDEMIA - DF ultrapassa RJ e lidera taxa de mortes por covid-19
23/09/20, 10:14 | BENEFÍCIO - Caixa paga auxílio de R$ 300 para beneficiários do Bolsa Família
23/09/20, 10:04 | EDUCAÇÃO - Enem: estudantes tem até 1º de outubro para inserir foto no cadastro
23/09/20, 09:55 | ARTIGO - Discurso de Bolsonaro na ONU foi primor de cinismo
23/09/20, 09:39 | ARTIGO - Um farsante nas Nações Unidas
23/09/20, 09:33 | ARTIGO - Eu quero me mudar para o país descrito por Bolsonaro, na ONU
23/09/20, 05:58 | POLÍTICA - Eleições 2020: Prazo para envio de candidaturas aos cartórios eleitorais e internet termina neste sábado (26)
23/09/20, 05:52 | POLÍTICA - Mais de 100 deputados federais assinam manifesto contra corte de R$ 1,8 bi no orçamento do MEC para 2021
22/09/20, 22:42 | INTERNACIONAL - Após discurso fracassado de Bolsonaro, ONU convida Lula para debater 'Educação e as Sociedades Que Queremos'
22/09/20, 22:17 | POLÍTICA - “O povo quer saber”: Carro de som percorre ruas de BH expondo “crimes” de Bolsonaro
22/09/20, 18:22 | POLÍTICA - Lula escreve 'discurso' para ONU e culpa Bolsonaro por mortes do coronavírus
22/09/20, 16:07 | TRAGÉDIA AMBIENTAL - As imagens da luta dos animais pela vida no Pantanal em chamas
22/09/20, 15:57 | POLÍTICA - “Bolsonaro mentiroso” quebra Twitter depois de fala na ONU
22/09/20, 14:21 | ONU - Oposição diz que discurso de Bolsonaro foi “vergonhoso”; governistas elogiam
22/09/20, 13:57 | INVESTIGAÇÃO - Fogo no Pantanal mato-grossense começou em fazendas de pecuaristas que fornecem para gigantes do agronegócio
22/09/20, 10:31 | PANDEMIA - Governo federal tem pelo menos 1.423 servidores contaminados com covid-19
22/09/20, 10:29 | POLÍTICA - “Família Bolsonaro se elege com ajuda das milícias”, diz Gabeira
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site