CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Lula escreve 'discurso' para ONU e culpa Bolsonaro por mortes do coronavírus

Diante do discurso mentiroso e catastrófico de Jair Bolsonaro na ONU, o ex-presidente Lula escreveu um texto sobre “O que deveria ser o discurso do Brasil" no evento

22/09/20, 18:22

A
s únicas palavras sensatas do discurso de Jair Bolsonaro hoje na ONU foram as primeiras: o mundo precisa mesmo conhecer a verdade. Mas na boca de uma pessoa que não tem compromisso com a verdade até esta frase soa falsa.

O que se esperava ouvir hoje de um presidente são coisas simples, que estão indicadas no Plano de Reconstrução e Transformação do Brasil, apresentado ontem pelo Partido dos Trabalhadores. Algo assim:

Senhoras e senhores desta Assembleia, o Brasil se envergonha de ter tido, ao longo desta gravíssima pandemia, um governo que ignorou a ciência e desprezou a vida, o que resultou em mais de 136 mil mortes e milhões de contaminados pela Covid.

Queremos anunciar que, a partir deste momento, vamos realizar testes em massa na população para conhecer as verdadeiras dimensões da pandemia e enfrentá-la.

Vamos recompor o Orçamento da Saúde para ter hospitais, médicos, enfermeiros e remédios; investir o que for necessário para salvar vidas.

Vamos manter o auxílio emergencial de R$ 600 e instituir o Mais Bolsa Família, para que este valor seja pago mensalmente a todas as famílias vulneráveis.

Os bancos públicos abrirão imediatamente crédito para as pequenas empresas. Retomaremos já as obras paradas para reativar a economia e gerar empregos.

O governo brasileiro nunca mais fará propaganda enganosa de remédios sem comprovação científica nem voltará a desmoralizar medidas coletivas de prevenção.

A partir de hoje, estamos decretando o Desmatamento Zero da Amazônia. Três anos de proibição total de queimadas e derrubadas, para que a natureza tenha tempo de se recuperar da destruição.

Convocamos as Forças Armadas para combater o incêndio do Pantanal, a começar pelos 4 mil hoje deslocados para fazer provocação militar irresponsável em nossa fronteira com a Venezuela.

Os povos indígenas são irmãos da natureza e guardiões do meio ambiente. Terão prioridade nas ações emergenciais de saúde. Seu território e suas culturas voltarão a ser respeitados, com a retomada das demarcações de reservas e terras indígenas.

Os cientistas e os agricultores brasileiros desenvolveram a mais avançada tecnologia para o cultivo de grãos e produção de proteína animal.

Este conhecimento, a partir de hoje, voltará a ser utilizado em benefício da segurança alimentar do planeta e do povo brasileiro, de maneira social e ambientalmente sustentável.

A partir de hoje está proibido em nosso território o uso indiscriminado de insumos e sementes que representam risco à saúde humana.

Não é preciso destruir para botar comida na mesa. É preciso, sim, entregar terra, tecnologia e financiamento a centenas de milhares de famílias que trabalham no campo para alimentar as cidades.

Estamos criando hoje um banco de terras públicas para retomar a reforma agrária no Brasil. E reativando o financiamento da agricultura familiar.

É desta forma, garantindo segurança alimentar para nossa população e produzindo com abundância, respeito ao meio ambiente e à saúde humana, que o Brasil quer contribuir para saciar a fome no mundo.

Senhoras e senhores,

Esta assembleia foi criada, ao final da mais devastadora guerra de todos os tempos, para construir a paz, promover a educação, a saúde, o trabalho digno, a produção de alimentos e o equilíbrio nas relações econômicas.

Passados 75 anos, não tivemos sequer um dia sem guerras. O colonialismo deu lugar a outro tipo de dominação, ditada pela concentração de capitais e a especulação financeira. O acesso à educação e saúde é uma miragem para a imensa maioria. As relações de trabalho regridem ao que eram no século 19.

E, vergonha das vergonhas: 800 milhões de crianças passam fome todos os dias, no mesmo planeta em que uns poucos privilegiados nem sabem como gastar – ou sequer como contar – suas inacreditáveis fortunas.

Como alertou papa Francisco: “Não há democracia com fome, nem desenvolvimento com pobreza, nem justiça na desigualdade”.

No Brasil, a partir de hoje, tudo que o estado fizer será no sentido de reverter séculos de desigualdade, o racismo estrutural que nos legou a escravidão, o patriarcado que discrimina as mulheres, superar o preconceito, a fome, a pobreza, o desemprego.

A partir de hoje o Brasil exercerá plenamente sua soberania, não para oprimir quem quer que seja, mas para promover a integração da América Latina, a cooperação com a África, relações econômicas equilibradas e democráticas entre os países, defender o meio ambiente e a paz mundial.

O Brasil quer para si o que deseja para todos os povos do planeta: soberania, autodeterminação, acesso compartilhado ao conhecimento, às vacinas e medicamentos imprescindíveis, regras justas de comércio, ação internacional efetiva para o desenvolvimento e o combate à pobreza no mundo.

O Brasil quer para todos democracia, paz e justiça.

Fonte: JL/Brasil247
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
24/10/20, 22:04 | POLÍTICA - Apoio de Bolsonaro prejudica candidaturas
24/10/20, 21:34 | PANDEMIA - Impasse pode atrasar vacinação, diz secretário de SP sobre Coronavac
24/10/20, 21:29 | POLÍTICA - Bolsonaro sugere que vacinação obrigatória é só para cachorro
24/10/20, 21:26 | INTERNACIONAL - ONU comemora 75º aniversário sem esquecer de crise mundial
24/10/20, 20:55 | POLÍTICA - Plataforma ajuda a escolher e acompanhar vereadores para eleições
24/10/20, 20:51 | POLÍTICA - Quatro fazendeiros perdem direito de usar suas terras no Pantanal por provocarem incêndios
24/10/20, 20:36 | POLÍTICA - Em crítica à ‘guerra das vacinas’, Lula posta foto de quando foi vacinado por Serra
24/10/20, 20:24 | POLÍTICA - Rodrigo Maia ataca Ricardo Salles e diz que ministro “resolveu destruir o próprio governo”
23/10/20, 19:18 | POLÊMICA - Lewandowski envia para o plenário ação sobre vacinação obrigatória da Covid-19
23/10/20, 19:08 | EDUCAÇÃO - Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
23/10/20, 19:06 | ESPORTE - Tite convoca seleção para Eliminatórias da Copa do Mundo, em novembro
23/10/20, 18:59 | POLÍTICA - Em vídeo, candidato em Belém diz que vai “roubar para beber com amigos”
23/10/20, 18:54 | INTERNACIONAL - COVID-19: Biden promete vacina contra covid-19 gratuita se vencer as eleições
23/10/20, 18:46 | ESPORTE - Pelé completa 80 anos sem perder a majestade
23/10/20, 18:42 | PANDEMIA - Bolsonaro acabará correndo atrás de vacina chinesa
23/10/20, 17:33 | DOCUMENTÁRIO - Filme “Abraço” retrata o desafio de ser professor no Brasil
23/10/20, 00:46 | POLÍTICA - General Santos Cruz detona Bolsonaro e sua "mediocridade extrema"
22/10/20, 20:56 | PANDEMIA - Covid-19: Brasil tem 24,8 mil novos casos e mais 497 mortes em 24h
22/10/20, 20:53 | POLÍTICA - Bolsonaro sanciona projeto de lei que cria poupança social digital
22/10/20, 20:51 | POLÍTICA - Governo revoga normas trabalhistas e apresenta eSocial simplificado
22/10/20, 20:05 | POLÍTICA - Bolsonaro aposta no ‘caos’ para elevar abstenções nas eleições municipais, diz analista
22/10/20, 20:01 | DECISÃO - Justiça decide pela reintegração de bancários demitidos na pandemia
22/10/20, 19:55 | POLÍTICA - Lula: Bolsonaro recusar vacina chinesa é crime contra a nação e motivo para impeachment
22/10/20, 18:49 | INTERNACIONAL - Mais de 47 milhões já votaram em eleições dos EUA, superando 2016
22/10/20, 18:36 | JUDICIÁRIO - Piauiense Kassio Marques tomará posse no STF em 5 de novembro
22/10/20, 18:26 | CORONAVÍRUS - Pandemia faz aumentar para 35,2% o número de jovens que não estudam nem trabalham
22/10/20, 18:09 | OPINIÃO - Os generais estão entregando sua dignidade para um débil mental
21/10/20, 14:45 | STF - Kássio Nunes: cabe ao juiz aplicar lei independente do clamor popular
21/10/20, 14:41 | PANDEMIA - Segunda onda da covid-19 no Brasil é ‘risco iminente’, alerta Nicolelis
21/10/20, 14:31 | POLÍTICA - Dino confronta Bolsonaro e diz que governadores irão ao Congresso e ao STF para garantir vacina chinesa
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site