CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Ataques hackers ao TSE têm características da extrema direita, afirma pesquisador

Investigação apontou que ofensiva foi coordenada; Bolsonaro e aliados usaram o fato para deslegitimar sistema eleitoral

17/11/20, 17:36

O
s ataques ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante o primeiro turno das eleições municipais, no domingo (15), e o atraso nas apurações foram amplamente usados por figuras da extrema direita para questionar a legitimidade do processo eleitoral brasileiro.

Os ataques, no entanto, não tiveram nenhuma influência nas eleições, afirmou o o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso. Uma investigação da empresa SaferNet, que trabalha em parceria com o Ministério Público Federal, apontou a ofensiva foi coordenada com o objetivo de “desacreditar a Justiça Eleitoral”.

Para o sociólogo e professor Sérgio Amadeu, pesquisador de redes digitais, ataques coordenados para tentar desacreditar instituições democráticas são característicos da extrema direita em todo mundo – ou seja, tudo leva a crer que os ataques contra o TSE partiram de apoiadores do próprio presidente.

 “Aconteceu um ataque que é promovido pela extrema direita, provavelmente. É preciso checar isso, mas, atualmente, a extrema direita mundial tem demonstrado sua intolerância com a democracia e, no caso do Brasil, eles querem desqualificar o processo democrático”, diz o professor.

Segundo ele, embora não ainda não haja confirmação de quem atacou o sistema do TSE, a prática do “hacking” é bastante usada por pessoas que questionam o sistema, justamente como fizeram o presidente e seus seguidores.

“A quem interessa isso? Interessa a grupos que querem ganhar de toda forma, que querem impor seu poder, que defendem o autoritarismo, que desprezam a democracia, que cultuam o mérito de eles serem mais capazes de invadir sistemas. Quem cultua esse tipo de violência? É a extrema direita”, salienta o especialista.

Embora concorde que não há risco ao resultado das eleições, Amadeu critica o presidente do TSE por não ter sido mais transparente ao explicar os ataques e quais as consequências.

“Não há mal nenhum de um jurista como o Barroso não entender de tecnologia. Ele tem que chamar as pessoas que entendem para explicar de maneira correta. Ontem foi um festival de desinformação”, opina.

A Polícia Federal (PF) abriu investigação, em sigilo, para o caso. O ministro da Justiça, André Mendonça, afirma que a pasta colabora com o TSE na busca por informações do ataque e que não há "qualquer indicativo de prejuízo ao pleito eleitoral”.

Reação bolsonarista

Após os ataques ao sistema do TSE, aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) correram às redes sociais para espalhar desinformação e pedir mudança para o voto impresso. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), filho 03 do mandatário, foi um dos primeiros na tentativa de ligar o ataque a uma possível insegurança dos dados.

“Noticiam que TSE foi atacado por hackers. TSE nega. Então são expostos bancos de dados do TSE. Isso traz um clima de insegurança, que faz as pessoas desconfiarem que o atraso na divulgação possa ser um novo ataque hacker ou manipulação já que não há transparência”, disse o deputado.

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP), outra aliada bolsonarista, também fez coro à insinuação, ainda no domingo. “Agora mais do que nunca temos que voltar a falar em voto impresso como forma de conferir a votação eletrônica. Ninguém me convence que o sistema trave dessa forma sem fraude envolvida. Posso estar errada, por isso quero poder conferir os votos da minha urna”, postou.

Nesta segunda, o próprio Jair Bolsonaro levantou dúvidas sobre os resultados das urnas. "Nós temos que ter um sistema de apuração que não deixe dúvidas. É só isso. Tem que ser confiável e rápido. Não deixar margem para suposições. Agora [temos] um sistema que desconheço no mundo onde ele seja utilizado. Só isso e mais nada", disse ele a apoiadores, em frente ao Palácio Alvorada.

Edição: Leandro Melito

Fonte: JL/Brasil de Fato
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
25/11/20, 15:10 | LUTO - “Espero que possamos jogar bola juntos no céu”, diz Pelé sobre Maradona
25/11/20, 15:03 | LUTO - Maradona tinha tatuagens de Che e Fidel e se disse “soldado” de Lula e Dilma
25/11/20, 14:48 | ESPORTE - Neymar e Alisson são finalistas do prêmio Fifa The Best
25/11/20, 14:28 | LUTO - Morre Diego Maradona, aos 60 anos, após parada cardiorrespiratória
25/11/20, 11:14 | ECONOMIA - Black Friday: veja as dicas para não ser enganado
25/11/20, 11:08 | POLÍTICA - Revista Veja frita ministro Paulo Guedes: 'mentiroso' e 'medíocre'
25/11/20, 11:03 | PANDEMIA - Mundo tem pela primeira vez mais de 12 mil mortes por Covid-19 em um único dia
25/11/20, 10:52 | ECONOMIA - ‘Pergunta para o vírus’, diz Bolsonaro sobre chance de prorrogar auxílio
25/11/20, 10:50 | POLÍTICA - Explodem homicídios e tentativas de assassinato contra candidatos
24/11/20, 16:44 | POLÍTICA - TSE aponta 64 mil beneficiários do auxílio emergencial como doadores de campanhas eleitorais
24/11/20, 15:46 | PESQUISA - Datafolha em SP: Bruno Covas tem 48% e Guilherme Boulos, 40%
24/11/20, 15:25 | POLÍTICA - Percentual de prefeitos eleitos sem coligação quintuplica em 2020
24/11/20, 15:19 | PANDEMIA - Taxa de transmissão do novo coronavírus volta a crescer no Brasil
24/11/20, 15:15 | SAÚDE - Pazuello é convidado a dar explicações no Congresso sobre os 6,8 milhões de testes encalhados
24/11/20, 15:11 | POLÍTICA - Mulheres são maioria no eleitorado de cidades que terão segundo turno
24/11/20, 12:54 | INTERNACIONAL - Parlamento Europeu quer tirar 700 mil sem-teto das ruas até 2030
24/11/20, 12:51 | BENEFÍCIO - Caixa credita auxílio, dos ciclos 3 e 4, para os nascidos em junho
24/11/20, 12:49 | EDUCAÇÃO - Candidatos infectados por covid-19 terão nova chance de fazer Enem
23/11/20, 20:46 | POLÍTICA - Senado pode endurecer lei contra “seguranças” racistas
23/11/20, 15:51 | BENEFÍCIO - Caixa credita auxílio emergencial para nascidos em fevereiro
23/11/20, 15:47 | POLÍTICA - Barroso diz que milícias digitais são a versão contemporânea do autoritarismo
23/11/20, 15:36 | PANDEMIA - Testes de covid comprados pelo Ministério da Saúde já estão vencidos e prejuízo pode chegar a R$ 290 milhões
23/11/20, 15:33 | DECISÃO - Carrefour é condenado a indenizar casal homossexual agredido por seguranças em 2016
23/11/20, 08:04 | VÍDEO - Investigação encontra hackers de Bolsonaro: Esquema desvendado
23/11/20, 08:01 | VÍDEO - Mídia, Governo Bolsonaro e economia se unem contra negros!
23/11/20, 07:58 | VÍDEO - JORNAL LUZILÂNDIA PLAY: O racismo cordial de Bolsonaro
23/11/20, 07:07 | POLÍTICA - Governo Bolsonaro é denunciado na Comissão Interamericana por apagão no Amapá
23/11/20, 07:01 | POLÍTICA - Doria diz que eleição de Bolsonaro foi "erro" e afirma que não irá disputar a reeleição em 2022
23/11/20, 06:59 | PANDEMIA - Especial Covid-19: afinal, o Brasil já está passando pela segunda onda da doença?
22/11/20, 21:15 | POLÍTICA - Movimento antirracista pode derrotar a direita no segundo tuno, diz Paraná Pesquisas
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site