CBN - A rádio que toca notícia

CRIME

Subprocurador pede que TCU investigue Bolsonaro por mudança na Petrobras

Lucas Rocha Furtado solicitou ao Tribunal de Contas suspender qualquer alteração no comando da estatal até que o assunto seja discutido pelo plenário. Segundo ele, Bolsonaro pode ter incorrido em crime de responsabilidade por interferir na empresa

23/02/21, 17:48

O
subprocurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) Lucas Rocha Furtado enviou uma representação ao plenário da Corte na qual pede uma investigação contra o presidente Jair Bolsonaro por conta da decisão do mandatário de mudar o comando da Petrobras.

No pedido, Furtado alerta que a intervenção do chefe do Executivo na empresa "denota, em tese, inadequado uso do cargo público visando interferência na Petrobras, motivado supostamente por interesses político-pessoais com fim eleitoral, podendo caracterizar eventual crime de responsabilidade, por atentar contra a probidade na Administração Pública".

Segundo Furtado, há "indícios de sobreposição de interesses particulares ao interesse público e desvio de finalidade do ato administrativo, com ofensa aos princípios constitucionais da legalidade e da moralidade" na indicação do general Joaquim Silva e Luna para substituir o atual presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco.

O subprocurador frisa que "a se confirmarem, no mundo dos fatos, as notícias jornalísticas e os interesses por detrás das escolhas realizadas, há o risco de o presidente da República ter incorrido em flagrante desvio de finalidade pública, utilizando-se indevidamente de seu cargo com fins eleitoreiros a interferir politicamente na Petrobras, situação a demandar notoriamente a atuação do órgão de controle externo, no intuito de apurar eventual prejuízo ao erário".

"De certo, o presidente da República possui suas atribuições e escolhas a serem realizadas. Porém, ao que parece, a medida anunciada pelo atual presidente possui viés eleitoral. Nesse sentido, entendo que a intervenção na estatal — qualquer que seja ela, seja aumento ou diminuição de impostos, seja troca de altos escalões – com fins eleitoreiros é ilegal. Não se pode colocar interesse eleitoral acima do interesse público", ponderou.

Furtado sugeriu ao TCU que seja suspenso o processo de troca da presidência da Petrobras até que o plenário discuta o tema. Além disso, o subprocurador solicitou que o Tribunal apure a conduta de Bolsonaro ao anunciar, recentemente, o corte de cobrança de impostos federais sobre o gás de cozinha e sobre o diesel. O subprocurador defendeu que o TCU conheça e avalie os motivos e causas do anúncio por também entender que "interesses particulares com fins eleitoreiros" levaram Bolsonaro a tomar a medida.

"Qualquer ato administrativo vinculado ou discricionário deve sempre se conformar com o interesse público em três níveis de realização (constitucional, legal e econômico). Independentemente de qualquer outro vício, se o ato foi praticado contrariando a finalidade legal que justificou a outorga de competência para a prática do ato, ou seja, se foi praticado com desvio de finalidade, ele é nulo", afirmou o subprocurador.

"Meter o dedo na energia elétrica"

Outro pedido apresentado por Furtado à Corte é o de que seja investigada a fala de Bolsonaro sobre "meter o dedo na energia elétrica". No último sábado (20/2), um dia após o anúncio da troca na presidência da Petrobras, o chefe do Palácio do Planalto reclamou que isso "é outro problema também".

"Minha preocupação se acentua ao notar que há indícios de interesses do atual governo em intervir politicamente em outras empresas estatais. Desse modo, considerando que o TCU é o órgão de controle externo do governo federal, cuja missão é acompanhar a execução orçamentária e financeira do país e contribuir com o aperfeiçoamento da Administração Pública em benefício da sociedade, entendo pertinente a pronta atuação do TCU", destacou Furtado.

Fonte: JL/Correio Braziliense
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
14/04/21, 22:25 | POLÍTICA - Cinco anos após o golpe, Brasil se aproxima da catástrofe
14/04/21, 22:20 | POLÍTICA - Bolsonaro engana servidores e oficializa intenção de privatizar os Correios
14/04/21, 22:14 | PANDEMIA - MP processa Pazuello por omissão e pressão por tratamento precoce na crise da falta de oxigênio no AM
14/04/21, 22:05 | ESPORTE - Grêmio perde outra vez para Del Valle e dá adeus à Libertadores
14/04/21, 21:57 | PESQUISA - PoderData: Moro tem maior rejeição para 2022; Lula, a menor
14/04/21, 21:50 | POLÍTICA - Lula tem 34% contra 31% de Bolsonaro no 1º turno, diz PoderData
13/04/21, 23:16 | POLÍTICA - Renúncia em massa: Mais três executivos anunciam saída do Banco do Brasil
13/04/21, 23:09 | POLÍTICA - Jornal Nacional diz que pressão de Bolsonaro para evitar CPI da Covid-19 não surtiu efeito
13/04/21, 23:04 | POLÍTICA - Pacheco instala CPI da Covid e inclui investigação de repasses a governadores e prefeitos
12/04/21, 23:16 | POLÍTICA - Marco Aurélio diz que conversa de Bolsonaro com Kajuru “deixa a todos perplexos”
12/04/21, 23:12 | PANDEMIA - Garis, faxineiros e entregadores estão entre os principais intubados na COVID-19
12/04/21, 23:02 | POLÍTICA - Saiba o que está em jogo no STF no próximo dia 14, julgamento do ex-presidente Lula
10/04/21, 21:22 | PANDEMIA - Ivete Sangalo e família testaram positivo para covid-19
10/04/21, 21:16 | PANDEMIA - Mortes por covid-19 aumentam 872% entre jovens de 20 a 29 anos
10/04/21, 20:51 | POLÍTICA - Paulo Guedes se revolta com ministro e diz a Bolsonaro que barco pode afundar
10/04/21, 20:43 | ESPORTE - Copa do Nordeste: definidos os confrontos das quartas de final
09/04/21, 17:10 | PANDEMIA - Mortes por covid-19 no país aumentam 10% em uma semana
09/04/21, 16:47 | POLÍTICA - Barroso rebate Bolsonaro: “Desempenho o meu papel com seriedade”
09/04/21, 16:43 | INTERNACIONAL - Falta de estratégia de Bolsonaro contra a Covid-19 é uma ameaça para o mundo, diz imprensa francesa
09/04/21, 16:24 | POLÍTICA - Governadores e prefeitos são mais bem avaliados que Bolsonaro na pandemia, diz pesquisa
09/04/21, 11:11 | POLÍTICA - Bolsonaro sofre duas derrotas no mesmo dia no Supremo
09/04/21, 10:57 | POLÍTICA - Flávio Dino: “Se fosse por Bolsonaro, Brasil já teria 1 milhão de mortos”
08/04/21, 18:50 | PANDEMIA - Novo recorde: Brasil confirma 4.249 mortes por covid-19 em 1 dia
08/04/21, 17:38 | POLÍTICA - Grandes empresários dizem que não apoiam Bolsonaro
08/04/21, 17:27 | PANDEMIA - Trabalhadores autônomos foram mais prejudicados por pandemia em 2020
08/04/21, 17:16 | JULGAMENTO - “Mesmo na Idade Média, em pandemias os líderes religiosos defenderam a necessidade de isolamento”, diz Moraes
08/04/21, 16:32 | POLÍTICA - Polarização Bolsonaro x Lula também se repete nas redes sociais, diz pesquisa
08/04/21, 16:19 | PANDEMIA - Covid-19: “Situação está longe do fim”, diz presidente da Anvisa
07/04/21, 19:02 | POLÍTICA - ‘Vacina salva, Bolsonaro não’: protestos marcam o Dia Mundial da Saúde
07/04/21, 18:37 | POLÍTICA - No Dia Mundial da Saúde, Lula afirma que “não há saída individual” contra a Covid-19
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site